Bebês fofinhos


Gravidez

Parto na água – uma vantagem para a grávida!

Mãe e filho recém-nascido por parto na águaMétodo que começa a ser cada vez mais usado para o parto, e que já se encontra disponível, não só em hospitais privados, como em alguns hospitais públicos. A grávida encontra-se numa piscina aquecida, acompanhada sempre de pessoal especializado, além do pai, durante todo o trabalho de parto e nascimento.

Os partos na água são especiais, emocionantes e definitivamente diferentes, proporcionando aos pais uma experiência única.

O parto na água oferece as mesmas garantias que o parto realizado tradicionalmente, numa cama de hospital, sendo um método seguro e muito mais eficaz na diminuição da dor de parto.

Pode sempre optar-se por este tipo de parto desde que mãe e filho se apresentem saudáveis. Está contraindicado no caso de bebês saudáveis cuja ecografia preveja um peso acima dos 4,0-4,5Kg.

A água a 37ºC, que é usada nas piscinas de parto, provoca um aumento da irrigação sanguínea da grávida, diminui a tensão arterial, relaxa os músculos da futura mãe e favorece a dilatação, provocando um alívio na sensação de dor e, consequentemente um parto mais fácil.

A água torna-se um meio reconfortante para a mãe, acalmando-a e estabilizando-a emocionalmente. Isto tudo porque o corpo da mulher grávida na água, está muito mais relaxado e com maior mobilidade.casal em trabalho de parto na água

Neste tipo de parto, o pai pode acompanhar todo o processo, dando apoio físico e psicológico necessário à grávida, até ao fim do parto.

A duração do trabalho de parto, quando realizado em água, costuma ser bem menor do que o realizado fora dela.

mãe e recém nascido

Tem ainda a vantagem da temperatura da água, por ser próxima da temperatura corporal da mãe, e consequentemente, do bebê, diminuir o choque deste ao nascer.

Além do mais, o parto na água  não está sujeito a nenhuma marcação prévia.

Se é uma grávida saudável, assim como o seu bebê, e tem acesso a este tipo de parto, porque não experimentar? Quem já experimentou não se arrependeu!



Mais artigos sobre Gravidez

Artigos em destaque





Política de Privacidade